Candidatos

Fase de candidaturas para a 2ª edição do UPskill aberta

Período de candidatura

Nesta 2ª edição o Programa desenvolve-se em períodos de candidatura (ciclos), tendo como base as ações de formação viabilizadas pelas indicações recebidas das Empresas. Assim este 1º ciclo decorrerá por um período de 3 semanas ( de 14 de outubro a 4 de novembro), findo o qual iniciaremos um novo ciclo de 2 a 3 semanas (será confirmado na altura), ou seja, alargando a oportunidade para novos candidatos.

No 2º ciclo teremos novas ações de formação e os candidatos não colocados no 1º ciclo transitam automaticamente para o 2º, podendo redefinir as suas seleções de ações formativas.

Como realizar a candidatura?

Consulte AQUI o detalhe do processo de candidatura nas ações de formação.

  1. Registo dos dados do candidato – Numa primeira etapa do processo, o candidato deverá apresentar no portal do Programa a sua candidatura, fornecendo os necessários elementos de identificação e indicando as áreas de formação que considera ser as que mais lhe interessa frequentar.
  2. Testes – Após a etapa anterior e desde que o candidato tenha fornecido a informação necessária e reúna as condições mínimas para frequentar o Programa, irá receber no e-mail de contato que indicou, um link para acesso ao portal onde realizará um conjunto de testes. (3 testes avaliação de raciocino lógico) e teste de Inglês.
  3. Entrevista – Tendo por base a avaliação efetuada no processo anteriormente descrito e a ordem aí estabelecida, os candidatos serão chamados para uma entrevista, em princípio presencial a realizar pelo IEFP, e, nalguns casos, por representante de Empresa.
  4. No fim deste processo, e tendo como referência que o número de candidatos a admitir está diretamente dependente das necessidades apresentadas pelas Empresas, serão admitidos nas ações de formação os candidatos para as turmas disponibilizadas. A ordem de admissão é a que resultar da avaliação obtida nos testes referidos nos pontos anteriores.

Quem se pode candidatar?

Quem estiver desempregado ou em situação de subemprego. Tipicamente com licenciatura pós-Bolonha (algumas ações podem exigir somente o secundário, pelo que recomendamos a consulta da lista de ações de formação) e com bom domínio de Inglês (B2), pois nesta área é a língua mais usada na interação entre equipas e no acesso à literatura técnica.

Como é efetuada a colocação nas ações formativas?

Consulte AQUI o detalhe do processo de colocação nas ações de formação.

Tenho de ter conhecimentos técnicos prévios?

Não, a formação cobrirá todas as bases necessárias para que se possa efetuar uma real requalificação e o novo profissional possa enfrentar o mercado de trabalho, na área que selecionou.

Para todos os efeitos, para os candidatos que considerarem ser de reforçar alguma área de competência, uma das empresas que apoiam o programa (Accenture), disponibilizou o acesso à +DIGI AULA, sua plataforma de “e-learning”, que recomendamos use, para reforçar algumas áreas de conhecimento. Porque não começar já?

+DIGI AULA

Quais as ações de formação da 2ª edição do Programa

Nesta edição e para não atrasar o seu arranque, face à necessidade de continuar a receber indicações de vagas por parte das empresas, foi decidido efetuar “ciclos” de candidatura e de colocação. Assim, para este 1º ciclo (candidaturas a partir de 14 outubro 2021), prevemos disponibilizar ações de formação em:

Linguagens de programação:
.NET
Java

Plataformas de desenvolvimento Low-Code:
OutSystems
Power Platform – Microsoft
Appian

Plataformas de Serviço:
CRM – Microsoft
Cloud AWS
Cloud AZURE

Localização e detalhes destas ações formativas podem ser obtidos AQUI.

Para o 2º ciclo de candidaturas prevemos incluir adicionalmente ações de formação em ‘ERP/SAP: Data Warehouse’; ‘Salesforce CRM’ e ‘ServiceNow: Help Desk/Service Desk’.

Nota: Os candidatos colocados no 1º ciclo de candidaturas, não se podem candidatar a ações do 2º ciclo (a iniciar em meados de Nov’21), mas os candidatos não colocados, mantêm a sua candidatura válida para todos os ciclos posteriores.