Início

PROJETO UPSKILL – DIGITAL SKILLS & JOBS

O DESAFIO PARA QUEM TEM A AMBIÇÃO DE LUTAR POR UM FUTURO MELHOR!

O setor das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) tem assumido um papel central no desenvolvimento das sociedades constituindo-se como o motor do movimento de transformação digital da sociedade e da economia. Portugal tem uma oportunidade única de se posicionar na vanguarda deste novo ciclo de desenvolvimento, se conseguir, como já fez no passado, estar na linha da frente na utilização do conhecimento.

O grande desafio que o setor das TIC enfrenta a nível global, e também em Portugal, prende-se com a falta de profissionais qualificados, que permitam ao setor aumentar a sua capacidade produtiva, quer para projetos no contexto nacional, quer para se posicionar como player no mercado internacional. Essa mesma carência afeta também as instituições e empresas na sua capacidade de tirar total partido da transformação digital no seu negócio ou serviço.

A alteração profunda do mercado de trabalho, com uma evolução dos processos produtivos das empresas, no sentido da robotização e digitalização, como fatores essenciais para a sua competitividade, conduz a que trabalhos “mecanizáveis” não só não garantem o futuro como já não garantem o presente. Agora, como de resto sempre foi, a aposta no conhecimento é a aposta no sucesso e a aposta no futuro.

Aumentar a qualificação nas áreas de Tecnologias de Informação e Comunicação, inserindo novos profissionais neste setor, significa assegurar-lhes o acesso a um mercado de trabalho com inúmeras oportunidades de carreira e, acima de tudo, criar um desafio constante e a oportunidade para um desenvolvimento contínuo.

Qual o problema?

O DESAFIO PARA QUEM TEM A AMBIÇÃO DE LUTAR POR UM FUTURO MELHOR!

Tem aumentado a procura de pessoas qualificadas, com competências digitais, nomeadamente nas áreas de Programação, gestão de plataformas tecnológicas, associadas a ambientes ERP, CRM, Cloud ou ferramentas de desenvolvimento rápido como é o caso da plataforma “Outsystems”.

Este aumento de necessidade de talentos abrange não só as empresas que atuam diretamente no setor das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), como a generalidade das empresas no seu processo de transformação digital.

Mas esta é uma realidade que podemos ajudar a alterar, uma vez que há muitos profissionais em situação de desemprego ou subemprego que têm potencial para vir a desenvolver uma carreira neste dinâmico setor da economia.

Vamos ter ambição!!

O que é o Programa UPskill – Digital Skills & Jobs?

O DESAFIO PARA QUEM TEM A AMBIÇÃO DE LUTAR POR UM FUTURO MELHOR!

A APDC, o IEFP e o CCISP, decidiram colaborar na estruturação de um projeto, de âmbito nacional, que tem como objetivo requalificar profissionais, de modo a que, após o adequado período formativo, possam ser integrados nas Empresas que tenham necessidades de quadros nas áreas da programação.

Uma iniciativa cujo sucesso implica unir esforços de Pessoas – os candidatos a este novo desafio profissional – das Instituições de ensino superior – através dos Institutos Politécnicos, da Universidade Nova de Lisboa e do ISCTE – como fontes de formação e das Empresas aderentes à iniciativa – como fornecedoras de emprego nestas áreas de atividade, com o Estado a assumir o papel de principal financiador do projeto.

Com esta união de esforços, estão reunidas as condições para conseguirmos, mais e melhores profissionais e Empresas mais fortes e preparadas para ajudar o País a ser mais competitivo.
Faça a sua inscrição no projeto UPSkill (menu para empresa ou candidato).

Os cursos têm uma duração estimada de 6 meses em ambiente letivo, seguido de 3 meses de estágio em empresa aderente, com forte possibilidade de entrada subsequente nos seus quadros.

A bolsa de formação durante a formação teórica e o estágio, é equivalente ao salário mínimo nacional. A integração na empresa é feita com base no salário praticado para o mesmo tipo de profissionais estimando que se situe nos 1.200€ mensais.

Veja aqui as ações de formação já incluídas do programa UPskill

O IEFP

O Instituto de Emprego e Formação Profissional, enquanto Serviço Público de Emprego e Formação, tem por missão promover a criação e a qualidade do emprego e combater o desemprego. Nesta qualidade, dará todo o suporte aos candidatos à formação e assumirá o pagamento, aos formandos, de uma bolsa de formação, bem como assumirá o pagamento dos custos decorrentes das ações formativas a ministrar pelos Institutos Politécnicos e outras instituições do ensino superior.

CCISP / OS INSTITUTOS SUPERIORES POLITÉCNICOS

Os Institutos Superiores Politécnicos, através do seu Conselho Coordenador (CCISP), enquanto órgão de representação conjunta dos estabelecimentos públicos de ensino e que tem neste programa o papel de coordenar a participação desses institutos, participam como polos de formação nas distintas vertentes tecnológicas a abranger pelo programa. A esta iniciativa associaram-se também a UNL e o ISCTE, de forma a reforçar a capacidade formativa em Lisboa.

EMPRESAS / APDC

Cabe à Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações – enquanto entidade que agrega empresas do setor das TIC e procura assumir-se como a plataforma de debate e reflexão, promovendo e dinamizando iniciativas, que concorrem para a transformação digital da economia e sociedade – coordenar, no âmbito deste programa a participação das Empresas, fomentando a sua adesão e identificando as necessidades de recursos, por tecnologia e área geográfica.

AS PESSOAS

As Pessoas,isto é, todos aqueles que têm motivação para assumir um novo e desafiante projeto profissional, no sector das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), constituem o elemento central deste programa.