Ações de Formação – 2º ciclo

Vamos organizar webinars sobre estas ações de formação, com o objetivo de ajudar a explicar em que consistem e quais as vias profissionais das mesmas. Esteja atento à área de Eventos – https://upskill.pt/eventos/

Turmas para o 2º ciclo de colocação

O que devo escolher?

Podem ser consultadas informações adicionais nas secções descritivas abaixo sobre as várias ações de formação. Cada candidato, de acordo com o seu perfil, poderá optar pelas áreas formativas que considera mais motivantes e para as quais reúne condições de acesso – confirme sempre quais os requisitos de acesso para as várias ações de formação (exemplo: 12º ano ou Licenciatura).

No processo de candidatura, deve indicar qual a ação de formação a que se candidata (localização e tecnologia). Poderá ainda indicar uma 2ª opção, que será usada caso a opção principal não tenha vagas. O sistema tentará colocar primeiro os candidatos na sua 1ª opção. Caso não sejam colocados, e havendo vagas, efetuará uma tentativa com base na 2ª opção. Isto é, a 2ª opção será usada somente para “repescagem” se não for possível fechar as ações de formação com as 1as opções dos candidatos.

Dicas:
As ações de formação realizadas fora do litoral são sempre as menos procuradas. Ou seja, terá “menor concorrência”.
De igual modo, as ações de formação orientadas a Produto, por não serem tão conhecidas, são igualmente as menos procuradas.

Tempo parcial ou total?

Tratando-se de formação intensiva, é pressuposto haver uma dedicação total. O formando terá não só uma componente teórica, em aulas presenciais (salvo se as condições sanitárias não o recomendarem), como também uma componente de estudo e prática complementar. Neste contexto, o candidato deverá estar em situação de desemprego no momento da candidatura (atestado por inscrição no IEFP) ou, se estiver a desenvolver atividade profissional, deverá assegurar a respetiva inscrição no IEFP até 8 dias antes do início da ação formativa para que tiver sido selecionado.

Linguagens de Programação

Programar significa dominar uma “linguagem” própria, que executa comandos sobre o sistema informático onde são executados por exemplo Windows, Linux, etc. Desta forma, definem-se as ações a desenvolver que permitem automatizar ações ou resolver problemas.

Atualmente, existem múltiplas linguagens de programação, que exigem especialistas no seu domínio, de forma a desenvolver programas. De entre as várias linguagens, o UPskill vai promover ações de formação em Java e Cobol.

Descrição Geral

Esta ação formativa pretende fornecer competências no desenvolvimento de aplicações informáticas, recorrendo à linguagem de programação Java. Serão utilizadas metodologias ágeis e processos de aprendizagem interativos, que permitam aos formandos uma sólida aquisição dos conhecimentos e um rápido exercício das suas capacidades de desenvolvimento de software.

Assim, fornece conhecimentos e capacidades para:

  • Analisar e estruturar algoritmicamente problemas computacionais;
  • Codificar em Linguagem Java recorrendo ao paradigma Orientado a Objeto;
  • Identificar e realizar as fases constituintes do Processo de Desenvolvimento de Software interativo e incremental, em particular em sistemas de informação;
  • Realizar as fases da Engenharia de Requisitos;
  • Modelar e inquerir informação numa base de dados relacional;
  • Planear e trabalhar eficazmente em equipa, utilizando uma metodologia ágil no desenvolvimento de uma aplicação informática de média complexidade.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Descrição Geral

Esta ação formativa pretende fornecer competências no desenvolvimento de aplicações informáticas, recorrendo à linguagem de programação Cobol. Serão utilizadas metodologias ágeis e processos de aprendizagem interativos, que permitam aos formandos uma sólida aquisição dos conhecimentos e um rápido exercício das suas capacidades de desenvolvimento de software.

Sendo uma linguagem fácil e muito intuitiva continua a ser utilizada no contexto de importantes setores económicos, com a Banca e Seguros.

Conteúdos:

  • Introdução à Programação;
  • Representação de informação;
  • A linguagem Cobol;
  • Modelação de problemas;

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Descrição Geral

O Desenvolvimento de aplicações Web está na ordem do dia e a utilização de javascript frameworks ou de bibliotecas (Library) de Java script constituem um tremendo acelerador destes desenvolvimentos. Estas ações de formação visam preparar profissionais para atuarem como programadores utilizando estas tecnologias.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Plataformas de Negócio

São plataformas que melhoram a gestão da Empresa, nomeadamente nas áreas de gestão do relacionamento com o cliente (CRM – Customer Relationship Management) e nas áreas de gestão interna de processos, nomeadamente financeiros, logísticos e RH (ERP – Enterprise Resource Planning).

Estas plataformas possuem processos pré-definidos, mas têm de ser “modelados” de Empresa a Empresa obrigando, em alguns casos, não só a uma parametrização, mas ao desenvolvimento, utilizando linguagens próprias. Para quem gosta de tecnologia e de sentir o seu impacto no negócio da Empresa, transformar-se num especialista nestas soluções poderá ser uma estimulante via profissional.

Descrição Geral

A SAP é uma tecnológica de base alemã, que desenvolveu uma solução abrangente para a gestão do negócio das Empresas. Integra-se nos chamados “ERP – Enterprise Resource Planning”.
Cobre várias áreas de negócio, nomeadamente: Financeira, Contabilidade, Logística, Gestão de stock e Gestão Recursos Humanos (RH).

Sendo uma solução completa é complexa de implementar, pelo que tipicamente a formação é dividida, sendo os especialistas formados em áreas especificas. Assim, no âmbito do UPskill, teremos estas várias áreas presentes, em ações de formação distintas.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Modelo Base Formação SAP (.pdf)

Descrição Geral

A PRIMAVERA é uma software house portuguesa que se afirmou no mercado nacional de soluções informáticas de gestão por ser pioneira no desenvolvimento de aplicações para Windows.
Um início disruptivo preservado até aos dias hoje, disponibilizando um vasto portefólio de sistemas de gestão para empresas de todas as dimensões e setores de atividade, que entretanto se foram expandido para outras geografias, entre as quais destacamos a presença em países como Espanha, Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Com cerca de 350 colaboradores e uma rede de mais de 500 Parceiros PRIMAVERA, disponibilizamos soluções que agilizam os processos de gestão transversais à atividade de mais de 40 000 empresas, unificando informação das diferentes áreas operacionais (vendas, compras, stocks, finanças, recursos humanos ou contabilidade), gerando um volume de negócio situado perto dos 30 milhões de euros anuais.

Através deste programa de formação todos os participantes vão ter acesso a um modelo de formação assente numa forte componente prática, de forma a garantir a criação de profissionais altamente qualificados na implementação do ERP PRIMAVERA. Este curso intensivo vai percorrer os diferentes módulos do nosso software, pois as soluções PRIMAVERA estão encadeadas numa escala evolutiva e são facilmente adaptáveis às especificidades de cada organização.

No final do curso, é esperado que o novo Profissional PRIMAVERA contribua para os desígnio que acompanham a empresa desde 1993 – continuar a inovar, simplificar e acelerar processos de negócio seja em ambiente on-premises ou cloud.
Pretende-se desta forma, contribuir para o ingresso de todos os participantes neste programa de formação, numa carreira profissional com elevada procura no mercado de trabalho dentro do universo de empresas que trabalham com PRIMAVERA.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Descrição Geral

Esta formação tem como objetivo a capacitação de profissionais especializados no ERP Sage X3, proporcionando um percurso formativo que lhes permitirá a aquisição de competências essenciais sobre este software com vista a uma rápida integração em equipas de projeto dos Parceiros da Sage.

Assim, são fornecidos conhecimentos e capacidades para:

  • Entender o contexto e o papel de um consultor num projeto de Sage X3;
  • Realizar parametrizações gerais no Sage X3;
  • Utilizar e parametrizar as funcionalidades dos módulos de Financeira, Distribuição e Produção do Sage X3;
  • Entender a estrutura e realizar consultas de dados no Sage X3;
  • Conhecer a metodologia de implementação de um projeto Sage X3;
  • Conhecer as ferramentas SQL Management Studio e Crystal Reports.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Descrição Geral

O curso foca-se nos sistemas de informação para gestão e operacionalização de interações com os clientes de organizações, conhecidos na língua inglesa por CRM – Customer Relationship Management, adotando as vertentes operacional e analítica, que permite às organizações gerir os seus principais processos de venda, marketing e suporte, assegurando toda a integração da interação com o cliente, bem como retirar partido do manancial de informação gerido por estes sistemas para a tomada de decisão no âmbito da gestão integrada do cliente. Estes sistemas são utilizados atualmente em quase todas as organizações de média e grande dimensão.

Assim, o curso introduz os CRMs na sua relevância e evolução na atualidade. Transmite depois noções de modelos de negócio, bem como da sua instanciação em tecnologias de informação, para finalmente dedicar uma grande fração da duração da componente letiva no ensino pela prática através de soluções comumente adotadas no mercado nacional. Inclui, igualmente, a componente de Gestão de Projetos, que permitirá aos formandos participar em projetos incluindo na sua gestão.

Adicionalmente, são lecionadas as bases de Ciência de Dados, as quais são depois aprofundadas na prática pela exploração de módulos utilizados pelas organizações no panorama nacional.
São também transmitidas noções de customização, ou seja, adaptações e integrações que apresentam desafios específicos para as organizações.

Finalmente, os alunos terminam através de um projeto de desenvolvimento de um caso prático, que lhes permitirá alavancar a sua integração nos estágios subsequentes em organizações.

Objetivos:

  • Aquisição de noções sobre CRMs, sua arquitetura, componentes e desenvolvimentos;
  • Desenvolvimento de competências operacionais para gerir e retirar partido de implementações de soluções CRM, incluindo na operacionalização de serviços e vendas;
  • Desenvolvimento de competências analíticas para retirar partido do manancial de informação existente nos CRMs, incluindo abordagens assentes em Ciência de Dados;
  • Aquisição de noções de gestão de projeto;
  • Aquisição de experiência em integração de soluções CRM (customizações);
  • Aquisição de experiência em casos práticos no domínio do Microsoft CRM.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Descrição Geral

É uma plataforma líder de mercado na área de gestão de relacionamento com o cliente permitindo gerir todo o Atendimento, gestão de marketing, incorporando mecanismos de inteligência artificial, para apoiar as empresas na gestão dos seus clientes.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Descrição Geral

O curso tem por objetivo capacitar os formandos em competências na área de configuração de software Bancário, nomeadamente na plataforma de Sistema Core Bancário Mambu que se encontra assente num modelo SaaS. Inclui vários módulos introdutórios sobre negócio bancário, arquitetura de sistemas, programação em linguagem Java, que permitirão aos formandos obter um conjunto inicial e abrangente de competências necessárias à posterior formação em configuração da plataforma Mambu.

De forma a potenciar a aprendizagem de todos os conceitos incluídos no presente curso, os formandos vão desenvolver as suas configurações com base num caso prático, no âmbito do qual vão absorver também conhecimentos sobre aspetos relacionados com metodologias ágeis (trabalho de equipa, comunicação, etc.), metodologias de teste, entre outras.

O objetivo desta formação é possibilitar, de forma eficaz, uma formação intensiva e especializada para dar resposta às necessidades de agilidade, modernização e transição para a Cloud da Banca em geral

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Descrição Geral

Guidewire é uma plataforma desenvolvida em JAVA, líder global de sistemas core para Seguradores, principalmente entre as empresas com mais volume de negócio a nível mundial.

A suite de produtos Guidewire engloba não só uma plataforma de back end para gestão do negócio, mas também um layer Digital de interação com os utilizadores, bem como, capacidades analíticas para interpretação do negócio e automatização inteligente e tomada de decisões.

O curso pretende dotar os formandos com competências em áreas de programação e desenvolvimento de software. Inclui vários módulos introdutórios sobre algoritmos, estruturas de dados, programação em linguagem de SQL, HTML, CSS e JavaScript, que permitirão aos formandos ter as competências base necessárias para estarem capacitados a serem formados na tecnologia JAVA / Guidewire.

Para além das competências tecnológicas base, os formandos irão participar nos cursos oficiais da Guidewire, com o objetivo de no fim do curso procederem à certificação, ficando assim aptos para integrarem projetos de desenvolvimento nesta plataforma.

O objetivo desta formação é possibilitar, de forma eficaz, a (re)qualificação de ativos para a área tecnológica, através de formação intensiva e especializada para dar resposta a necessidades diagnosticadas junto de mercados internacionais onde existe uma grande procura por recursos com este conhecimento.
  

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
  

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Descrição Geral

O curso pretende dotar os formandos com competências em áreas de programação e desenvolvimento de software, em particular para a plataforma low-code ServiceNow. A plataforma ServiceNow está a re-imaginar a forma como todos trabalhamos – a simplificar todos os aspetos da nossa vida no trabalho, a ligar pessoas, funções e sistemas através de Workflows Digitais. O ServiceNow promove novas formas de trabalhar que aceleram inovação, aumentam agilidade e a produtividade no local de trabalho.

O curso é composto por diversos módulos cujo objetivo é providenciar aos formandos as competências necessárias para uma adequada adaptação ao ambiente de desenvolvimento em ServiceNow, nomeadamente: ServiceNow Fundamentals, Flow Designer, Scripting, Predictive Intelligence, Automated Test Framework, Service Portal e Application Development Fundamentals.

Para além destas competências, o curso inclui um Projeto Final, onde se pretende que os formandos desenvolvam uma aplicação (caso de estudo), no âmbito da qual vão absorver também conhecimento sobre metodologias ágeis (trabalho de equipa, comunicação, artefactos, timings, demos, etc.), aspetos relacionados com a operação & ajuste/tuning, assim como procedimentos relativos a testes e resolução de problemas. Pretende-se que, ao iniciar a formação prática em contexto de trabalho, o formando já esteja preparado sobre todo o ciclo de desenvolvimento de uma aplicação em ServiceNow.

O objetivo desta formação é possibilitar, de forma eficaz, a (re)qualificação de ativos para a área digital, através de formação intensiva e especializada para dar resposta a necessidades diagnosticadas junto das empresas que usam a plataforma de desenvolvimento low-code ServiceNow.”

 

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Plataformas Low-Code

São plataformas de desenvolvimento, que agilizam todo o processo de criação de software, minimizando a codificação e utilizando modelos pré-definidos e uma abordagem gráfica. Com este tipo de tecnologia, o “tempo de entrega” das aplicações no contexto empresarial é muito mais rápido e a facilidade de “modelização”, ou seja, de validação dos requisitos face ao negócio, é muito mais simples. Por isso são, cada vez mais usadas.

Tendo em conta que existem no mercado várias plataformas, no âmbito do programa UPskill serão realizadas formações em algumas, como, Power-Platform – a plataforma low-code da Microsoft.

Descrição Geral

Com a crescente necessidade de desenvolvimento de aplicações, para responder às necessidades do mercado, e a cada vez maior falta de profissionais qualificados capazes de desenvolver as mesmas, regista-se uma procura emergente de plataformas de low-code. Estas permitem facilitar o desenvolvimento de aplicações face aos métodos tradicionais de desenvolvimento aplicacional, numa abordagem tira partido de modelos pré-desenvolvidos e tem por base ferramentas de interface visuais de arrastar e soltar para criar aplicações.

A Microsoft Power Platform é a plataforma de low-code da Microsoft que visa simplificar a criação de aplicações de negócio, automação de processos, criação de relatórios de analítica e construção de agentes de conversação. A Power Platform permite que todo este desenvolvimento seja feito por utilizadores sem formação específica na área de programação aplicacional, tirando partido de uma fácil integração com outros serviços Microsoft (Office, Dynamics, Azure).

No final do curso, o aluno deverá estar apto a identificar processos de negócio que possam ser digitalizados recorrendo à Microsoft Power Platform. Deverá ser capaz de ter um conhecimento de toda a plataforma e de tirar partido de cada um dos seus componentes: criação de apps, automação e robotização de processos manuais, desenvolvimento de relatórios de análises de dados com Power BI, criação de agentes de conversação, conectar dados vindos de diversas fontes e tirar partido de ferramentas de inteligência artificial.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.
 

Reveja o vídeo do webinar da sessão de esclarecimentos desta ação de formação.

Link comunidade Power Platform Portugal

Plataformas de Serviço Cloud

O termo cloud banalizou-se como sinónimo de acesso a recursos computacionais e de armazenamento, sem ter uma presença física. Ou seja, estes recursos estão algures no mundo e são colocados ao serviço do utilizador através das redes de comunicação, nomeadamente a internet (daí o nome cloud ou nuvem). Usualmente, estão localizados em grandes centros de dados com todas as condições de segurança e disponíveis de forma “elástica”: o utilizador define a cada momento o que necessita, pagando por essa utilização.

Existem diversos fornecedores deste tipo de serviços. Os mais conhecidos e que possuem maior conjunto de serviços são a Amazon (AWS), Microsoft (Azure) e Google (Google Cloud). No UPskill, vão decorrer para já ações de formação incidindo sobre as duas primeiras plataformas.

Descrição Geral

Pretende-se preparar profissionais com capacidade para planear, implementar e administrar serviços aplicacionais e infraestruturas de computação, com base nas plataformas de cloud pública Amazon – AWS.

No final do curso, o formando deverá ser capaz de:

  • Instalar e administrar os sistemas operativos Linux e Windows através da linha de comando;
  • Compreender o funcionamento das redes de dados, bem como dos principais equipamentos e protocolos que as suportam;
  • Instalar e configurar serviços e aplicações de rede;
  • Distinguir entre os diferentes modelos de serviços cloud, bem como analisar e determinar custos aplicados em diferentes cenários a cada serviço e aplicação;
  • Reconhecer os componentes e serviços disponibilizados nos diferente providers de cloud;
  • Criar e configurar diferentes cenários nos vários modelos de serviços de cada provider;
  • Utilizar mecanismos de controlo e segurança dos providers.

No curso fará parte da avaliação, a obtenção de certificação AWS.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Descrição Geral

Pretende-se preparar profissionais com capacidade para planear, implementar e administrar serviços aplicacionais e infraestruturas de computação com base nas plataformas de cloud pública de referência.

No final do curso, o formando deverá ser capaz de:

  • Instalar e administrar os sistemas operativos Linux e Windows através da linha de comando;
  • Compreender o funcionamento das redes de dados, bem como dos principais equipamentos e protocolos que as suportam;
  • Instalar e configurar serviços e aplicações de rede;
  • Distinguir entre os diferentes modelos de serviços cloud, bem como analisar e determinar custos aplicados em diferentes cenários a cada serviço e aplicação;
  • Distinguir entre os diferentes modelos de serviços de cloud, bem como analisar e determinar custos aplicados em diferentes cenários a cada serviço e aplicação;
  • Reconhecer os componentes e serviços disponibilizados nos diferente providers de cloud;
  • Criar e configurar diferentes cenários nos vários modelos de serviços de cada provider;
  • Utilizar mecanismos de controlo e segurança dos providers;
  • Aplicar metodologias de automação e orquestração em sistemas de cloud.

No curso fará parte da avaliação, a obtenção de certificação AZURE.

Duração

O detalhe da formação ainda está em preparação, mas prevê-se uma duração de 700h na componente teórico-prática (cerca de 6 meses), seguida de 3 meses de formação em contexto de trabalho.

Requisitos de acesso / Ações de Formação 

Legenda:
1. Ações de formação riscadas já se encontram completas e em processo de entrevistas aos candidatos selecionados até 23 fevereiro
2. Habilitações:

  • C – Ensino secundário completo (ou equivalente), sendo dada preferência a candidatos com primeiro ciclo do ensino superior – Licenciatura pós-Bolonha
  • B – Primeiro ciclo do ensino superior – Licenciatura pós-Bolonha 

Notas:
1. Morada do Pólo de Sintra do ISCTE – situado na StartUp Sintra: Rua Retiro dos Pacatos, 50, Edifício Startup, 2635-224 Rio de Mouro (Sintra)
2. As ações de formação do IPS – Inst. Politécnico de Setúbal e do ISCTE inserem-se em pedidos de empresas da zona da Grande Lisboa e da Península de Setúbal. No caso do Pólo de Sintra do ISCTE é assegurado transporte em autocarro do ISCTE a partir da estação de comboios de Rio de Mouro.
3. As ações previstas para o IPCA – Inst. Politécnico do Cávado e Ave e do IPP – Inst. Politécnico do Porto correspondem à agregação de pedidos de empresas das regiões do Porto e de Braga, pelo que a vaga de emprego se situará numa destas zonas.

Última atualização
20 maio 2022